O Blog da Storm

O Blog da Storm

Você pode navegar pela prateleira utilizando as teclas e

Lucros entusiasmam Prada

30/09/2010 , , , , , ,

A italiana Prada duplicou, na primeira metade do seu corrente ano fiscal, os seus resultados líquidos. Este aumento, motivado pela abertura de novas lojas, entusiasmou a marca a lançar-se finalmente na Bolsa de Valores.

A abertura de novas lojas, onde se inclui a loja Prada de Lisboa, levou a casa de moda italiana a registrar um resultado excepcional no primeiro semestre do seu ano fiscal de 2010. No primeiro semestre de 2010, os resultados líquidos da empresa de luxo atingiram um crescimento superior a 100%. Os resultados operacionais cresceram também em linha com o aumento dos lucros, atingindo os 225,2 milhões de euros e originando, assim, um lucro líquido de 103 milhões de euros. As vendas da empresa, usufruindo do duplo impacto do aumento do número de lojas e da recuperação do consumo mundial de artigos de luxo, apresentando um crescimento homólogo de 29%, para perto dos 940 milhões de euros.

Este crescimento do volume de negócios foi verificado em todos os canais de distribuição da Prada.

Nas suas lojas próprias, a marca de Miuccia registou um aumento das vendas totais de 41% face ao período homólogo. As vendas comparáveis, que medem o índice de vendas face ao número de lojas existentes um ano antes, cresceram 22%, denotando assim a imunidade do setor de luxo e da Prada face às dificuldades econômicas sentidas em muitos mercados mundiais.

A melhoria das condições de mercado, das vendas e a redução de custos e otimização operacional da empresa permitiram uma importante melhoria nos resultados de uma forma global e a libertação de meios financeiros. Deste modo, as melhores margens operacionais vão fornecer os meios necessários para a continuidade da estratégia de expansão da rede de retalho da Prada e uma melhoria significativa na sua dívida líquida. Estes dois fatores são fundamentais para a avaliação que os potenciais investidores farão da empresa, aumentando por essa via o seu valor de mercado. Parecem assim estar criadas as condições para a muito adiada dispersão de capital em bolsa acontecer finalmente.

Em junho, a Prada tinha anunciado que estava apenas à espera do melhor momento para finalmente dispersar parte do seu capital no mercado de valores mobiliários. Um momento que, perante os resultados atuais, poderá estar muito próximo.

A Prada opera atualmente 292 lojas próprias localizadas em 80 países. As marcas detidas pela empresa italiana são a própria Prada, a Miu Miu e duas marcas de sapatos. Patrizio Bertelli, diretor-executivo da Prada, afirmou que «a estratégia do grupo Prada, direcionada para o crescimento em todos os mercados, será reforçada nos próximos anos através do desenvolvimento da nossa rede de lojas operadas diretamente». Em termos de mercados geográficos as vendas da Prada cresceram 19% na Europa, 30% nos Estados Unidos e 47% na Ásia.

Fonte: Portugal Têxtil

O que você acha?

Mantenha seus comentários educados e focados no tópico.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: